O horóscopo e uma reflexão sobre bons pensamentos

O horóscopo e uma reflexão sobre bons pensamentos

Tem sido cada vez mais complexo desenvolver uma capacidade de resiliência maior, uma vez que o nível de stress cresce a cada dia devido a pressão da evolução que acontece seja no mercado de trabalho ou na exigência pessoal das pessoas que nos circundam o que tem praticamente tornado as pessoas mais imediatistas.

Parar, pensar e refletir para depois agir tem sido algo cada vez menos frequente entre as pessoas, até porque pensar tem sido o ponto que as pessoas estão freando, pois a reflexão exige tempo e como este último tem parecido muito escasso os diálogos se tornam mais objetivos, porém muito mais frios e com pouco olhar para os sentidos e sentimentos das pessoas que estão ao nosso lado.

Coletar empatia hoje dia tem sido uma tarefa de extrema complexidade, afinal aparentemente já não temos tempo para sequer lidar com nossos pequenos problemas, quiçá se dar ao luxo de pensar nas mazelas alheias. A velocidade com que construímos esse raciocínio não tem acompanhado a mesma necessidade em que precisamos ter de parar e refletir sobre determinadas atitudes.

A caminhada para encontrar uma solução é complexo afinal não existe receita para todos, pois cada ser humano apresenta um universo diferente do outro, com características semelhantes, mas com definições de personalidade totalmente diferentes, uma vez que cada indivíduo é composto da influência de diferentes signos, isso mesmo signos, somos cada um a interferência de um sinal.

Determinadas interpretações dos signos são capazes de nos dizer muitas coisas sobre a nossa personalidade, ou como alguns gostam de afirmar, singularidade e com isso construir reflexões poderosos sobre quem somos de fato, isso por si só já seria uma grande para conseguir enxergar em compreender as necessidades do próximo, pois é em cada construção dessa que se pode estar o segredos dos nossos problemas, das nossas frustrações e etc.

Os signos que foram citados acima estão conexos com o seu horoscopo diario que trata da análise de influência dos astros em alguns dos seus traços de personalidade, baseando-se no alinhamento de algumas estrelas, planetas e constelações, mas também é uma ferramenta muito interessante no campo da psicologia, que serve para reconstruir alguns fatos da sua vida que vieram do passado.

O campo de estudo mais difundido sobre este tema é a semiótica, um campo complexo e repleto de teorias das quais não são o objetivo desse texto, mas o que podemos destacar é que se você não gosta de chocolate, isso pode ser um signo construído no seu passado relacionado a alguma situação da qual você a priori não lembra e por isso pode achar estranho “nossa, como todos gostam de chocolate e eu não?”, então a resposta pode ser uma falha na construção da sua personalidade.

Para quem  assistiu o filme Crepúsculo, por exemplo, há um termo utilizado pela “turminha” dos licantropos bem famosa, a qual se denomina “imprint”, esse termo se refere mais ou menos a um carimbo, uma marca que ficará para sempre e você não conseguirá mais se desfazer, pois traça um destino irretratável e significa que você está destinado a tal coisa que não pode modificar, pois bem, podemos chamar justamente isso de signo.

Para construir uma reflexão é necessário que você tente não eliminar estes signos, mas se desprender deles por algum tempo, se despir dessas amarras por um período curto, ao que chamo de abrir a mente, se você não gosta de ler seu horóscopo, ou não acredita, um passo para poder aceitar essa situação e se despir do seu ceticismo construído, isso mesmo, ninguém nasce cético, corajoso, feliz e por aí vai, somos todos uma construção do meio em que vivemos e mesmo assim acabamos por muitas vezes rejeitando essa própria construção, onde pode estar a origem das nossas agruras internas.

Se você chegou até aqui, significa que parte da sua mente já se abriu e você agora refletiu sobre algo que jamais pensaria ser possível, aos que pararam na metade talvez tenham durante um pequeno espaço de tempo expandido sua biblioteca de conhecimento e portas para novos debates. Obviamente que a caixinha da tolerância passa a ser provada durante essas reflexões e algumas desconstruções vão acontecendo naturalmente.

Alguns dizem que nas ditaduras a opinião é a primeira coisa a ser reprimida justamente em razão do poder que a livre reflexão, a investigação com uma simples pergunta pode dar a uma pessoa, refletir não é meramente pensar, mas sim construir um novo mundo de conhecimentos dentro de uma fenda que basta você querer abrir.

No Responses

Write a response