Coaching, o que é?

Coaching, o que é?

O coaching surgiu na década de 1960 no campo pessoal (life coaching), desde a década de 1980 no campo coorporativo (executive coaching) e desde 2000 no campo parental (parent coaching). Dessas 03 ramificações principais, surgiram outros segmentos, que derivaram a diversos tipos de coaching.

A etimologia do coaching vem de uma metáfora de uma carroça que transporta alguém para um lugar para o qual deseja ir. Partindo dessa metáfora, podemos dizer que o coach leva os clientes a determinar sua próxima parada e ajuda-os a chegar lá com ferramentas cientificamente comprovadas.

Coaching diz respeito a ajudar as pessoas a se conscientizarem das suas forças, virtudes, habilidades, talentos e mostrar os recursos disponíveis para que elas sejam capazes de aplicá-los à sua vida pessoal e profissional, superando obstáculos, conquistando objetivos e vivendo mais em alta performance. Mas, como gerar esse resultado em uma pessoa?

Em primeiro lugar, o coaching é um processo. Processo nada mais é do que pequenas etapas que geram ações específicas em direção ao objetivo que se deseja conquistar. O processo de coaching capacita as pessoas a levarem uma vida mais presente e focada nos pequenos passos, que as levarão a alcançar o que querem mais rapidamente. Sendo assim, o processo de coaching se dá de modo gradativo, sessão a sessão, seguindo um padrão e uma estrutura de ferramentas específicas para a situação que a pessoa quer atingir.

LIFE COACHING

O life coaching, também conhecido como coaching de vida ou personal and professional coaching, surgiu na década de 1960 e é o primeiro segmento de coaching que visa identificar os objetivos de uma pessoa e desenvolver um plano viável para ela possa alcançá-los.

É um nicho muito voltado para a alta performance, para a melhoria da qualidade de vida como um todo.

A relação entre o cliente e seu coach de vida é uma parceria criativa que busca:

Identificar, esclarecer e criar uma visão mais clara e completo do que o cliente quer atingir;

Traçar ou modificar as metas de vida, conforme necessário;

Incentivar a autodescoberta e o crescimento do cliente;

Nutrir e ajudar o cliente a traçar estratégias e um plano de ação com base no que melhor se adapta aos objetivos, personalidade e visão do cliente;

Promover a responsabilidade do cliente para aumentar a produtividade e a alta performance.

Quem pode aplicar o processo de Life Coaching?

O profissional (coach) formado nessa área de atuação.

Um coach de vida é alguém profissionalmente treinado para ajudá-lo a maximizar seu potencial total e alcançar os resultados desejados.

O papel do life coach é o mais amplo de todos os segmentos porque depende de quais são os objetivos específicos do cliente (coachee). Isso porque o coach de vida incentiva e aconselha os clientes em uma série de questões profissionais e pessoais.

Por que uma pessoa contrata um life coach?

As pessoas optam por contratar o coach de vida porque querem ser mais produtivas do que são atualmente, melhorar sua produtividade e ter mais crescimento pessoal, tirar seus sonhos do papel, viver em alta performance e melhorar habilidades e competências.

Em todos os casos, o processo de coaching identifica uma lacuna entre onde o cliente está e onde quer chegar, e o profissional (life coach) aplica as ferramentas para ajudar o cliente a alcançar seus objetivos.

Importante frisar que se o seu objetivo for voltado a carreira, ascensão profissional, business e alavancagem de negócios, um coach executivo pode ser a melhor opção. Assim como se as suas questões são familiares, de relacionamento ou envolvem decisões que afetam, filhos e cônjuge, o coaching parental é o mais indicado.

Quando decidir pela formação em Life Coaching?

Quando o profissional não tem um nicho definido ou possui como missão de vida trabalhar com alta performance e com pessoas que querem se desenvolver individualmente.

O life coaching também é indicado para o desenvolvimento pessoal e para nichos não específicos do coaching. Quando o profissional já definiu o nicho de atuação, o indicado é procurar uma formação específica, porque trará ferramentas mais eficientes. Ao contrário do que muitos profissionais pensam, ter ferramentas mais amplas não dá maior oportunidade ao coach, pelo contrário, faz com que ele tenha que adaptar ao seu nicho de atuação, demandando tempo e podendo não ter o efeito desejado.

No Responses

Write a response